Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Prevenção das Dependências - Art of Counseling

Prevenção significa: Prevenir, Adiar e Reduzir os consumos de substâncias geradoras de abuso, dependência crónica, progressiva e fatal.

Prevenção das Dependências - Art of Counseling

Prevenção significa: Prevenir, Adiar e Reduzir os consumos de substâncias geradoras de abuso, dependência crónica, progressiva e fatal.

Onze Coisas Que Pode Fazer Para Que O Seu Filho Seja Um Adicto/a


1. Ser o advogado do seu filho/a. Defende-lo sempre não importa o quê nem como.

2. Ser o banqueiro/a do seu filho/a. Dar todo o dinheiro que ele peça, mesmo que para isso tenha de pedir emprestado. A criança aprende que não precisa de se preocupar sobre a importância do dinheiro

3. Ser a companhia de seguros do seu filho/a. Assumir total responsabilidade por tudo que ele/a fizer.

4. Ser o agente do seu filho/a. Não permitir que ele/a conquiste coisas. Por ex. Se o seu filho/a faz parte de uma equipa de futebol, mas que você repara que ele não joga, durante dois jogos seguidos, imediatamente dirige-se ao treinador e pressionando-o fazendo com que o seu filho jogue nos próximos jogos. Intercede por ele/a. Aprende que alguém há-de resolver os seus problemas.

5. Ser o “mecânico” do seu filho/a. Consertar tudo aquilo que ele/a fizer de errado, permitindo assim, que ele/a nunca se preocupe em resolver os seus próprios problemas que surjam como consequência dos seus comportamentos. Mesmo na idade adulta iram procura-lo para resolver os seus próprios problemas.

6. Ser o/a assistente administrativo do seu filho/a. Relembrar-lhe sempre os horários e tarefas importantes antecipadamente; fazer com que ele/a esteja a horas onde é necessário , por ex., horas de acordar, chegar a horas à escola, chegar a horas à actividade desportiva e deixar sempre mensagens “post-it”. Um dia mais tarde o seu filho/a será um presidente de uma empresa e precisa de saber como gerir os seus assistentes, por isso porque não permitir que ele/a pratique consigo em criança?!

7. Ser o empregado/a do seu filho/a. Toda gente precisa de ter o seu quarto e a casa limpa, assim como as refeições a seu belo prazer. Um dia o seu filho/a será rico em adulto e necessita de saber como tratar dos seus empregados.

8. Justificar os comportamentos do seu filho/a, bem como, ser o seu “protector”. Quando eles fizerem algo embaraçoso e desconfortável, imediatamente você assume isso como culpa sua e de seguida justifica aquilo que ele/a fez.

9. Ser o “tapete” onde os seus filhos “limpam os pés”. Permitir que eles despejem em si todas as frustrações e agressividade. Você torna-se o “alvo” preferido. Se algo lhes corre mal é você é o responsável. Não existem regras nem limites.

10. Ser zelador e facilitador. Reparar todas as coisas negativas. Se eles não têm dinheiro você faz um “numero de magia” e o dinheiro aparece. Se ele danifica o carro você faz mais uma “numero de magia” e o carro aparece reparado. Os seus filhos aprendem que não precisam de se responsabilizar pelos seus comportamentos e que existem coisas que é importante que sejam eles a resolver, mesmo que para isso eles precisem, por vezes, fazer sacrifícios.

11. Não partilhar os valores morais da família e os seus valores pessoais com o seu filho/a. Se eles não possuírem valores pessoais não iram saber quais os parâmetros e/ou os limites, bem como, reconhecerem que tipo de comportamento não são aceitáveis. È importante que eles saibam quais são as expectativas e as crenças dos pais quanto ao uso de drogas e álcool. Os seus filhos precisam de um sistema de valores e crenças.

Se você, como pai ou mãe e/ou pessoa significativa num relacionemente com uma criança ou crianças, se revê em varios items desta lista procure apoio; "Mais Vale Prevenir Do Que Que Remediar".

A vida de uma criança é demasiado preciosa para se "perder".