Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Prevenção das Dependências - Art of Counseling

Prevenção significa: Prevenir, Adiar e Reduzir os consumos de substâncias geradoras de abuso, dependência crónica, progressiva e fatal.

Prevenção das Dependências - Art of Counseling

Prevenção significa: Prevenir, Adiar e Reduzir os consumos de substâncias geradoras de abuso, dependência crónica, progressiva e fatal.

Notícias sobre o Plano Nacional Redução dos Problemas Ligados ao Alcool 2009-2012

Aproximadamente um ano depois surgiram notícias sobre o Plano Nacional de Redução dos Problemas Ligados ao Alcool 2009-2012

Algumas Metas do Plano para 2012.

Atenção aos Jovens: Baixar de 34,6% para 30% a prevalência de embriaguez entre os 15 e os 19 anos. Reduzir de 48,3% para 40% a prevalência de binge-drinking nos Jovens.

Baixar de 9,6% para 8 litros: Reduzir de 20,7% em 2007 para 18% a prevalência da embriaguez na população e baixar de 9,6 litros em 2003, para 8 litros em 2012 o consumo per capita.

 

Alguns jovens com idade abaixo dos 30 anos foi diagnosticado cirrose (doenças do fígado) afirmou o presidente do Instituto da Droga e Toxicodependência.

 

Adiamento das duas principais medidas

- Aumento dos 16 para os 18 anos a idade legal para o consumo de bebidas alcoólicas.

- Redução de 0,5 para 0,2 a taxa de alcoolemia entre jovens encartados.

 

O secretario de estado adjunto e da saúde mental, Manuel Pizarro, foi questionado sobre se a decisão de adiar as medidas legislativas não é uma forma de o Governo se demitir das suas responsabilidades e ceder às criticas da industria do álcool. Este afirmou "Este é um plano em que o estado se compromete com metas."

 

Noticia publicado no Jornal de Noticias no dia 27.05.2010

 

Comentário:  Sabia que a cirrose é um processo progressivo, Esta doença (relacionada com o abuso do alcool e outras drogas ) surge entre os indivíduos a partir dos 50 anos.

 

1. Qual a diferença entre as consequências entre o álcool e as outras drogas lícitas e/ou ilícitas?

O Álcool é uma droga. O alcoolismo é um problema de saúde publica, em Portugal.

Quais os custos das consequências associadas ao álcool para os contribuintes? (saúde, família, incluindo, as crianças, trabalho, legal)?

 

2. Na "luta" contra a droga o especial ênfase é direccionado às substancias e ao comércio.

Porque é quanto ao álcool o ênfase são as pessoas, em vez do álcool? O slogan "Seja responsável, beba com moderação" é ineficaz e hipócrita. Quem são os responsáveis pelas leis? Quem são os responsáveis pelos direitos das crianças (filhos de pais alcoólicos) e dos jovens?  Quem são os responsáveis pelas Universidades e pelos estudos científicos? Quem é o responsável para informar e educar a população portuguesa a fazer escolhas saudáveis? Qual o acordo tácito entre a industria poderosa do álcool e as "mentes brilhantes" deste país?

 

3. Na noticia os dados divulgados estão em percentagens.

Quem quer saber de percentagens? Qual o tipo de leitura que um cidadão faz?

Exige-se a verdade. Onde estão os factos concretos e estudos científicos.

Como não me revejo numa atitude passiva e apática, como pai, profissional e cidadão livre, reclamo as respostas a estas questões às "mentes brilhantes" sentadas no conforto dos seus "luxuosos" gabinetes?